Esta carta que vos escreve.



Ghiovana Christini Paliano Guardini.

Tenho rima até no nome, que sim, é quase um texto, como tudo em mim. Eu nasci poesia, de um Autor que sabe rimar até com os meus erros. Ele refez os meus versos e acertou a minha pontuação. Eu era soneto de eu só, eu era uma frase sem nexo e sem fim. Mas Ele me fez história de amor, ao escrever a história Dele em mim. Hoje eu sou só instrumento, eu sou o bloco de papel que Ele rabiscou. Eu sou um rascunho sendo passado a limpo dia após dia, eu sou a graça Dele refletida. Sou pó, mas Ele me dotou com o Seu fôlego de vida. Sou filha, e só. Sou a imagem e semelhança prometida. Fui e, a cada dia, sou por Ele re-escrita e, ao mundo, transmitida. Sou carta viva de Cristo...
E eu quero ser lida!

Prazer, pode me chamar de GC.

Posts Populares

Contato